Se beber, não aglomere!

Após a liberação de festas, bares e casas noturnas, a curva voltou a subir

Gia Freitas é médica

O plano de reabertura da Província de Ontário estava apresentando bons resultados, com um número baixo de casos novos de Covid-19 por dia, sem óbitos novos e um sistema de saúde completamente capaz de absorver os casos que necessitassem de hospitalização. Contudo, após a liberação de festas, bares e casas noturnas sem maiores restrições, a curva voltou a subir exponencialmente. Se as pessoas já estavam se acostumando com as novas regras de convivência e etiquetas de saúde, o que fez os casos aumentarem?

Desde o começo da reabertura, a Associação Médica de Ontário já estava preocupada com esta fase, pois o álcool, apesar de grande aliado para higiene das mãos, também pode ser o grande vilão quando ingerido para a propagação do vírus. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o limite seguro para o consumo de álcool é de 30g por dia. Isso equivale a 3 chopes (750ml), 3 taças de vinho (450ml) ou uma dose (50ml) de destilado (whisky, vodka, gin ou cachaça). A partir daí, o indivíduo começa a apresentar estado de euforia, com redução da atenção, do julgamento e do controle.

A máscara já não está sendo usada, pois a pessoa está bebendo. Começa a conversar, fala mais alto e dissemina mais gotículas de saliva repleta de germes, inclusive do vírus Covid-19. O compartilhamento de petiscos, levando as mãos à boca e depois de volta à comida que todos irão pegar também é um agravante. O distanciamento social não parece mais tão importante, até porque fica mais difícil estabelecer a distância necessária. E o senso de poder e desprendimento que a ingestão de álcool proporciona faz com que pareça totalmente inútil ficar periodicamente fazendo a higiene das mãos. E ainda pode haver maior intimidade com desconhecidos.

O Governo voltou atrás e mudou as regras para o número de pessoas que podem ficar juntas ao mesmo tempo, o horário de funcionamento e venda de bebida alcoólica em bares e casas noturnas; e novos hábitos também devem ser adotados levando em conta a vida social. Se for beber mais que a quantidade preconizada, desfrute desse momento na segurança da sua casa, sem aglomeração.

Sobre Jornal de Toronto (629 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: