Economista desconstrói o mito ruralista de que preservar prejudica a Economia

.

Reflorestamento na Amazônia pelo Programa Carbono Neutro Idesam (PCN). Fonte: Outras Palavras.

[Outras Palavras]

O economista Ricardo Abramovay desconstrói o mito ruralista de que preservar prejudica a Economia; ao contrário, “abre-se uma nova oportunidade: o Brasil poderia liderar combate a práticas predatórias e gerar empregos e inovação ligados à recuperação de florestas”. Segundo Ricardo, “são irrisórios os prejuízos econômicos decorrentes do fim do desmatamento na Amazônia no plano nacional”.

Além disso, o economista explica que “as perdas decorrentes do fim do desmatamento recaem sobre atividades que uma sociedade democrática moderna deveria superar, ou seja, aquelas que se concentram em atividades extrativistas e na maior parte das vezes ilegais, distantes das inovações tecnológicas das economias contemporâneas”.

Sobre Jornal de Toronto (615 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: