News

Há muito o que comemorar na ceia de Natal


A ceia tradicional, feita com produtos da estação e preparada com o amor e cuidado que a ocasião merece, é altamente nutritiva e balanceada.

Foto: Dan Wirdefalk.

Juliana Nogueira é nutricionista funcional na Herbal Health Nutrition

O valor nutritivo dos alimentos é possivelmente a última coisa na lista de prioridades durante o planejamento da ceia de Natal. A riqueza de sabores, a tradição e a abundância ditam as regras. E é assim que deve ser! No entanto, a ceia tradicional, feita com produtos da estação e preparada com o amor e cuidado que a ocasião merece, é altamente nutritiva e balanceada. Uma boa ceia é aquela que reúne a família e amigos queridos, alimenta o corpo e conforta o coração.

As frutas secas são indispensáveis. A riqueza de sabores e texturas estimula os nossos sentidos e nos conecta com os costumes e tradições das festividades de fim de ano. A noz é a minha favorita, o formato diferente, parecido com o nosso cérebro, já dá uma dica dos benefícios que ela traz. Os altos níveis de Ômega 3 contribuem diretamente para a saúde do cérebro, aumentando a performance cognitiva e protegendo contra os declínios da idade. Já a uva passa e outras frutas desidratadas, como o figo e o damasco, adicionam doçura e uma fonte concentrada de nutrientes. Elas são muito ricas em fibras e ainda contêm altos níveis de vitaminas, minerais e antioxidantes.

Lá no centro da mesa, você pode encontrar o peru assado, uma ótima fonte de proteína magra. Ele é rico em vitaminas do grupo B, principalmente a B3, que ajuda na manutenção de níveis saudáveis de colesterol. Ele também contém o aminoácido triptofano, que é necessário para a produção da serotonina, mais conhecida como o “neurotransmissor da felicidade”. Outra opção muito tradicional é o bacalhau, fonte de proteína completa, que também contém Ômega 3, o ácido graxo que protege o corpo contra inflamação. Ele proporciona ainda altos níveis de vitamina B12, que é indispensável para uma boa digestão e para o coração. Ao invés de usar o azeite no cozimento, experimente adicioná-lo fresco, antes de servir. Assim você não danifica o óleo com o calor e pode se beneficiar de seus altos níveis de antioxidantes e gorduras boas que trazem inúmeros benefícios à sua saúde.

As frutas frescas da estação, que no Brasil incluem a manga, a laranja e o pêssego, entre muitas, também não podem faltar. Elas são extremamente ricas em fitonutrientes, que previnem o câncer e doenças crônicas, e possuem bastante vitamina C, essencial para o sistema imunológico. Muitas delas, como o abacaxi, contêm enzimas que facilitam a digestão e são muito benéficas nessa época de exageros gastronômicos. Tem também a uva, que contém o antioxidante resveratrol, poderoso protetor do sistema cardiovascular – mas não precisa comer a fruta, você pode receber os mesmos benefícios ao consumir um copo de vinho tinto.

Aproveite a oportunidade e faça um brinde à sua saúde e à saúde da sua família!

Sobre Jornal de Toronto (104 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s