News

Sono infantil e parentalidade expatriada


Geralmente saímos do hospital sabendo como trocar fraldas e dar banho em nosso bebê, mas pouco ou nada sabemos sobre o sono infantil.

Foto: Stine Moe.

Moana Ávila é psicomotricista & Renata Quelhas é especialista em sono infantil

Geralmente saímos do hospital sabendo como trocar fraldas, limpar o cordão umbilical, dar banho e amamentar (pelo menos em teoria) nosso bebê, mas pouco ou nada sabemos sobre o sono infantil. Muitas vezes não temos expectativas reais sobre as necessidades de sono.

Pais precisam entender que o cérebro dos seus filhos ainda está em desenvolvimento – criando estruturas e conexões – e perceber que não podem forçar seus filhos a dormirem aplicando um determinado método. A ciência do sono é muito importante, mas não podemos falar de sono sem também observar o lado emocional. A proximidade é uma necessidade de apego importantíssima.

Os desafios do sono não são um problema comportamental, precisando de um método/punição/disciplina para mudá-lo. O objetivo não deve ser forçar seu filho a dormir uma noite inteira antes que ele esteja pronto física e emocionalmente; o ideal é que ele possa chamar pelos pais para o resto da vida, todas as vezes que tiver alguma necessidade.

Então, precisamos olhar para o bebê, para a mãe e para a família como um todo, para que possamos entender o sono de maneira integral. Compreender o contexto em que o bebê ou a criança está inserida é de extrema importância para uma rotina saudável.

Os pais que estão vivendo em um contexto de expatriação, longe de sua família e/ou cultura de origem, têm suas referências, muitas vezes, postas em questão. Hábitos, rotinas, valores e tradições podem ser diferentes no novo país, influenciando na maneira como se compreende a forma de se criar um filho, incluindo o sono infantil. Além disso, muitos pais, ao imigrar, precisam viver novos papéis sociais e profissionais, o que pode trazer alguma insegurança e refletir no ambiente familiar.

O bebê ou a criança precisa de afeto e segurança para que possa se desenvolver e ser feliz. Se os pais olharem de forma cuidadosa e entenderem o contexto em que seu filho está inserido, fica mais fácil fazer pequenos ajustes na rotina e nas suas relações, para que a vida flua com maior qualidade e todos possam dormir melhor.

Sobre Jornal de Toronto (421 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

1 comentário em Sono infantil e parentalidade expatriada

  1. Muito bom este artigo que nos faz pensar sobre um outro prisma. Tive a oportunidade de participar de um encontro da Vila Materna com estas duas falando um outro assunto e achei demais. Renata e Moana foram super esclarecedoras e desmistificaram velhos conceitos sobre sono e a correria da vida moderna. Além de explicar e esclarecer as dúvidas dos participantes. Parabéns meninas, vocês duas se complementam e arrasam.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s