News

O Batman Brasileiro


Primeiro Fan Film do mundo do Homem-Morcego no formato de longa.


[Elvis Vive Produções / PR Cinema]

Quatro anos após ser finalizado e iniciar trajetória no circuito underground do cinema brasileiro, o primeiro Batman Fan Film longa-metragem do mundo, feito pelo cineasta Elvis delBagno, ganha espaço na TV e em festivais de cinema. Um Conto de Batman: na Psicose do Ventríloquo foi o primeiro filme longa-metragem da carreira do diretor de 32 anos, um paulistano amante dos filmes de “gênero”.

A obra já rendeu diversos prêmios internacionais a Elvis, como o de Melhor Fotografia, no The Scare-A-Con Film Festival; Melhor Filme de Super-Herói, no PollyGrind Undergroung Film Festival of Las Vegas; e Melhor Filme Estrangeiro, no Indie Gathering International Film Festival, todos nos Estados Unidos. No Brasil, o “filme do Batman” conquistou exibições na TV e na terceira edição do Santos Film Fest.

A obra tem enredo autoral, prioriza os personagens, ao invés de explosões, lutas e efeitos especiais, e mostra uma narrativa mais lenta, por vezes, sem falas. O filme traz uma visão desvinculada das características hollywoodianas tradicionais, mas com produção robusta, fotografia marcante e enredo denso.

Elvis gosta de utilizar o ambiente como um dos protagonistas, pois é ele o responsável pelos males das pessoas, por uni-las ou afastá-las. “Aprecio demais essa peculiaridade, pois é o ambiente que faz você entender sobre o ser humano. Uma pessoa só é o que é devido aos incontáveis fatores e forças que o ambiente exerce sobre ela”, comenta o diretor.

Para Elvis, as crises existenciais se sobrepõem aos problemas externos, e seus roteiros buscam mostrar o porquê daquela pessoa se tornar um vilão e quais motivos a levaram a esta condição. O cineasta preza por filmes do gênero “Fantástico” – com toques surrealistas, de horror ou dramas – que fogem do convencional. “Busco inverter histórias, dar outro fim ao final já conhecido, desestruturar narrativas. Assim, acredito que o filme se torna mais autoral, com características marcantes. Sempre procuro associar o filme a uma discussão política ou social de nosso país. E prefiro o ritmo do cinema clássico”, afirma o fã da obra de Roman Polanski e Luis Bruñuel.

Assista ao filme completo:

Sobre Jornal de Toronto (240 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s