News

A caipirinha e a história da cachaça Pitú


A caipirinha é a nossa bebida nacional e está presente em todas as festas, de norte a sul do Brasil.

Fábrica da Pitú, em Pernambuco.

Alex Bordokas é produtor cultural

A caipirinha é a nossa bebida nacional e está presente em todas as festas, de norte a sul do Brasil. É também o drink mais reconhecido no exterior, com seu sabor único, feito de cachaça, açúcar e limão. O segredo consiste no modo de preparo – o limão certo, o modo de quebrar o gelo e misturar a bebida – e, claro, na qualidade da cachaça. Felizmente temos aqui a famosa Pitú, considerada uma das melhores cachaças para fazer caipirinha, e referência por seu perfume e gosto apurado.

Fundada em 1938 na Zona da Mata, norte de Pernambuco, inicialmente a empresa trabalhava com a fabricação de vinagre, bebidas à base de maracujá e jenipapo, além de engarrafar aguardente de cana fornecida por engenhos locais. Naquela época, mal sabiam eles que a cachaça seria o sucesso da marca, e uma das bebidas mais consumidas pelos brasileiros.

Em 1945 a empresa passou a produzir sua própria aguardente de cana em destilaria, e industrializou seu engarrafamento. Foi nesta época que a empresa recebeu o nome de Indústria de Aguardente Pitú, uma referência ao nome do engenho e aos “pitús”, crustáceos de água doce muito apreciados, que existiam em abundância nos mananciais que banhavam o engenho.

A fábrica da Pitú está localizada no município de Vitória de Santo Antão (PE) e seu nome se espalhou rapidamente pelo Brasil, sendo hoje líder nas regiões Norte e Nordeste. Já no exterior, lidera em absoluto, sendo a maior exportadora de cachaça brasileira. A exportação começou pela Alemanha, em 1972, e se espalhou rapidamente, sendo que hoje a Pitú pode ser encontrada em vários países e freeshops do mundo. A empresa ainda está entre as 20 marcas de bebidas destiladas mais produzidas no mundo.

Nos Estados Unidos e em vários outros lugares, a cachaça é conhecida como “Brazilian rum”, mas como todo brasileiro sabe, “se você pensa que cachaça é água, cachaça não é água não” (parodiando uma famosa canção) e nem muito menos rum. A diferença entre rum e cachaça é que a cachaça é feita com suco da cana fresca (a garapa), fermentada e destilada, e o rum é feito a partir da destilação do melaço de cana. Como resultado, são bebidas com sabores completamente diferentes.

Seu reconhecimento internacional, aliada à fama que a caipirinha tem, fez com que a LCBO passasse a encomendar a Pitú para suas lojas. Nosso Brasil, então, passou a ser representado com sua bebida mais conhecida e prestigiada. Enfim, apresente aos seus amigos a cachaça Pitú, ela se tornará inesquecível em festas e reuniões entre amigos.

Sobre Jornal de Toronto (439 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s