News

Filme da semana!


Quando um projeto despretensioso se torna um fenômeno da bilheteria mundial.


Leandro Calado é colunista do Jornal de Toronto

É sempre interessante quando um projeto despretensioso e de baixo custo tem uma repercussão espontânea positiva que o torna um dos maiores fenômenos da bilheteria mundial. John Krasinski, conhecido pelo seu papel como Jim Halper na versão americana da série The Office, dirige e estrela A Quiet Place, filme de terror que, com apenas duas semanas de lançamento, já lucrou quatro vezes mais que o custo total de sua produção.

Na trama, a família Abbot é forçada a viver em silêncio para se proteger de criaturas misteriosas que atacam através do som. Lee (John Krasinski) e Evelyn (Emily Blunt) lideram seus três filhos numa busca silenciosa pela sobrevivência, numa situação onde qualquer mísero barulho pode significar fatalidades. O fato dos Abbot serem um dos poucos sobreviventes por tanto tempo possui um argumento que se sustenta muito bem, uma vez que a filha do casal é deficiente auditiva e por esta razão a comunicação através da linguagem americana de sinais faz parte da rotina familiar.

Regan Abbot é interpretada pela atriz mirim Millicent Simmonds que, assim como sua personagem, apresenta surdez. Em coletivas de imprensa para a divulgação do filme, Millicente elogiou a escolha do diretor em contratar uma atriz surda para o papel de Regan e disse esperar que tal atitude inspire outros diretores para que em breve existam mais papéis para atores portadores de deficiência auditiva.

Este é um longa-metragem que deve ser preferencialmente apreciado numa sala de cinema. É impressionante a tensão que um ambiente escuro com um bom sistema de som cria durante a exibição da obra. No filme, o barulho é o inimigo número um. Tanto para os personagens, quanto para a audiência. Qualquer manifestação sonora é um sinal de que momentos assustadores estão por vir. A Quiet Place está em cartaz nos cinemas de Toronto desde 5 de abril.

Sobre Leandro Calado (19 artigos)
Nascido no Rio de Janeiro e nordestino de coração, Leandro Calado é jornalista graduado pela Universidade Federal de Sergipe. Em 2017, trocou o menor estado do Brasil pela imensidão de Toronto. Apaixonado pela sétima arte e cultura pop em geral, escreve semanalmente para a versão online do Jornal de Toronto, onde indica (ou não) filmes para os leitores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s