Carlos Cardozo lança seu álbum em grande estilo

“Meu Mundo” é música e narrativa de um estado de espírito

Show de lançamento do álbum "Meu Mundo", no Lula Lounge, em Toronto. Foto: David Burke.

Alexandre Dias Ramos é editor

Imagine para um músico o que é viver no frenesi da cidade e, ao mesmo tempo, no campo. Conheço um músico que vive assim, entre dois mundos. Na verdade três, pois o Nordeste está lá longe, mas ele também costuma trazê-lo pra perto. Para aqueles que têm a sorte de poder viver nesses mundos todos, quantos sons, quantos brilhos, quantas distrações e harmonias que, combinadas, fazem do dia a dia uma espécie de orquestra… bastante complexa. Então em casa, com a cabeça cheia de ideias, o músico vai criando um certo enredo, um certo equilíbrio, em seu tempo e seu ritmo.

Carlos Cardozo, nosso Carlinhos Pernambuco, mostrou esmero no preparo de seu álbum “Meu Mundo”. Para quem o conhece, dá pra perceber como conteúdo e estilo se combinaram para, entre a cidade, o campo e o estúdio, gravar em áudio o que a experiência da vida o ensinou, especialmente durante a pandemia. Muitas de suas músicas são, na verdade, narrativas, que perpassam a riqueza da cultura nordestina e, junto, a distância de se saber longe. Imigrar não é pra qualquer um, e da saudade surge o canto. Como já disse Cartola e Adoniran, o sofrimento sempre dá um bom samba. Mas, na real, nem sei se devo falar de sofrimento aqui – esse clichê do artista idealizado nos filmes –, pois Carlinhos prega a alegria, o desvio para a positividade. De novo, para quem o conhece, entende melhor do que estou falando, esse cara boa praça, sempre sorridente, avesso a contrariedades. Enfim, seu álbum ecoa essa vibe.

Carlos Cardozo em foto de Avital Zemer.

Gostaria de finalizar com outros dois pontos que me chamaram atenção: os arranjos das músicas, em grande parte criados pelo grande violonista André Valério, que trouxe o “peso” do clássico misturado ao contemporâneo, como bem sabe fazer; e também gostaria de destacar a grande quantidade de músicos que trabalharam no projeto, e em como Carlinhos valorizou o trabalho colaborativo de todos para que o álbum e o show se tornassem realidade.

Aliás, sobre o show de lançamento do álbum – ocorrido no último dia 18 de setembro, no Lula Lounge, em Toronto –, foi uma grata surpresa ter, na abertura, o novo duo chamado “Narada”, com Aline Morales e Wagner Petrilli. E depois Carlinhos com sua big band, que encantou a plateia.

Enfim, grande show, grande álbum; não deixem de ouvir.

Sobre Alexandre Dias Ramos (25 artigos)
Alexandre é editor-chefe do Jornal de Toronto, mestre em Sociologia da Cultura pela FE-USP, doutor em História, Teoria e Crítica pela UFRGS, e membro-pesquisador da Universidade de São Paulo. É editor há 20 anos e mora em Toronto, Canadá.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: