Novembro encerra 2020 (astrologicamente falando)

A frustração que tem permeado o ano começa definitivamente a se descaracterizar

Foto: Daniel Reche.

Pai Elton é astrólogo

Desde o começo da pandemia, a pergunta que eu mais tenho ouvido é a seguinte: Quando todo este sufoco vai finalmente passar? De forma bastante sincera, eu posso responder que o ano de 2020 tem sido tão forte que o seu efeito ainda deve ser sentido por muitos anos ainda; ou seja, o mundo nunca voltará a ser como antes. Mesmo assim, toda a frustração que tem permeado o ano começa definitivamente a se descaracterizar justamente neste mês de novembro.

Primeiramente, é bom lembrar que dois planetas retomam agora o movimento direto. Mercúrio em Libra possibilita as pazes nos relacionamentos. Ironicamente, ele faz isto justamente no dia das eleições americanas ocorrerem. Já Marte encerra um longo período de testes e desavenças quase no meio do mês. Mesmo assim, ele continua, digamos assim, “invocado”, pois o seu trânsito é exatamente no seu signo regente, que é Áries. No entanto, não se trata de nenhum destes dois planetas que faz com que este mês de novembro seja particularmente especial, já que eles são considerados planetas pessoais e a influência dos dois é geralmente mais mundana mesmo.

Pois bem, melhor eu explicar direito por que eu considero este exato momento o fim de um ciclo. O que tem tornado o ano de 2020 tão impactante do ponto de vista astrológico é uma forte presença enérgica no signo de Capricórnio, por causa da conjunção tripla de três planetas de órbita mais longa, Júpiter, Saturno e Plutão. E é justamente a reunião neste signo que começa a se dissipar agora.

O último “encontro” exato no signo de Capricórnio ocorre por volta do dia 12, justamente quando Marte estaciona a fim de voltar ao seu movimento direto. Assim, pode-se esperar aí algum tipo de reviravolta, para se encerrar o ano. O signo de Capricórnio tem fama de difícil, mas pode ser recompensador quando se aprende a lição que ele pede (fingers crossed!). Portanto, há a grande possibilidade de uma resolução, por conta justamente da terceira e última conjunção entre Júpiter e Plutão.

Enquanto Júpiter rege conhecimento, mídia, leis, viagens e estudos de longa distância, Plutão tem a ver com grandes transformações internas, doenças, poder, sexualidade e com dinheiro emprestado de terceiros. Estas duas áreas de influência meio que se fundem agora. Assim, de uma forma bem esperançosa, eu prevejo que alguma vacina pode estar recebendo aprovação para ser empregada em larga escala justamente neste mês. Depois disto, toda a tensão do momento atual finalmente promete diminuir significativamente.

Você deve até estar respirando aliviado, não é amigo(a)? Ufa!

Pai Elton é um astrólogo que atende em Toronto e que conta com mais de 20 anos de estudos e prática na área. Para maiores informações sobre consultas, visite Pai Elton Astrology no Facebook.

Sobre Jornal de Toronto (641 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

1 comentário em Novembro encerra 2020 (astrologicamente falando)

  1. Pai Elton 🤞🏼!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: