O que esperar de 2022 em matéria de imigração?

Há intenção do Canadá de continuar a receber imigrantes com o propósito de recuperação econômica do país

Cidade do Quebec. Foto: Aurore Duwez.

Gabriel Viana é consultor de imigração

O ano de 2022 começou e muitos esperam pelo que teremos de novo em matéria de imigração canadense. Recentemente tomou posse um novo ministro da imigração, Sean Fraser. O seu mandato como ministro é guiado pela “carta de mandato” enviada a ele pelo Primeiro-Ministro Justin Trudeau. Essa carta estabelece as diretrizes do governo em relação à imigração e nos orienta, de certa forma, sobre o que esperarmos desse ano.

Segundo o governo, há intenção do Canadá de continuar a receber imigrantes com o propósito de recuperação econômica do país. Uma das formas de garantir as metas para imigração é facilitar a contratação de trabalhadores internacionais, aprimorando programas como o Global Talent Stream. Também, há discussão sobre facilitação de validação de credenciais para imigrantes, facilitando a sua recolocação no mercado de trabalho canadense.

Um dos pontos que pode vir a ser de interesse de muitos membros de nossa comunidade é a intenção expressa do governo em desenvolver programas de regularização de pessoas indocumentadas no país que estejam contribuindo para o desenvolvimento do Canadá.

Além disso, há o intuito de expandir caminhos para que estudantes e trabalhadores internacionais possam obter residência permanente através do Express Entry. Ao mesmo tempo, pretende-se ampliar o programa de imigração rural e o programa piloto do Atlântico (que agora se torna definitivo), além da criação de um programa de imigração municipal. Ou seja, o Canadá quer mais imigrantes indo para comunidades médias e menores.

Outras promessas incluem a expansão da imigração para falantes do francês (em parceria com o Québec), programas para refugiados e defensores dos direitos humanos, além da isenção da taxa de aplicação em alguns casos, e a redução do tempo de processamento de aplicações, o que é extremamente necessário tendo em vista o backlog existente atualmente.

Sobre Gabriel Melo Viana (18 artigos)
Gabriel Melo Viana é advogado no Brasil, Mestre em Direito pela Universidade de São Paulo e L.L.M Candidate na Osgoode Hall Law School, em Toronto, no programa de Canadian Common Law. Possui MBA em Gestão Empresarial pela FGV e expertise em Direito no âmbito internacional, além de experiência em docência no Ensino Superior.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: