Dia Mundial do Desenhista

Carol Zara conversou com seis quadrinistas sobre os desafios e conquistas da profissão

O que Leonardo da Vinci tem em comum com um quadrinista da atualidade? Os dois são motivos para comemorar o Dia Mundial do Desenhista, nesta quinta-feira, 15 de abril. Na verdade, o artista italiano é mais do que um motivo: a data foi instituída para homenagear o seu nascimento, em 15 de abril de 1452.

O Dia Mundial do Desenhista foi criado em 2011, por iniciativa da Associação Internacional de Artes (IAA), organização não-governamental de artes visuais, instituída em 1954 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco).

Para celebrar o Dia Mundial do Desenhista, Carol Zara, editora e co-criadora da HQ Alien Toilet Monsters – série de terror e ficção científica que em sua primeira edição superou a venda de títulos renomados como Batman, Superman e The Walking Dead –, comenta o trabalho de artistas internacionais nos quadrinhos, como Matteo Scalera, Tom Grummett, Brett Booth, Dike Ruan, Mike DeBalfo e Sheldon Vella.

O que é ser um bom desenhista? O que há para se comemorar nessa carreira e projetos futuros? 

Brett Booth

“Eu realmente não me importo muito com as conquistas anteriores. Para mim é o que vem a seguir, o que eu gostaria de fazer agora”, afirma o desenhista Brett Booth, conhecido pelo seu trabalho em X-Men, Teen Titans, Justice League of America e Fantastic Four.

O norte-americano, que ajudou a definir o visual icônico das HQs independentes dos anos 90, conversou com a quadrinista brasileira Carol Zara sobre o Dia Mundial do Desenhista. “Descobri que trabalhar em projetos nos quais estou interessado ajuda a me manter na mesa de desenho. Faz você querer sentar à mesa e fazer mais. Vou comemorar desenhando! O que poderia ser melhor?!”, afirmou Booth. 

O desenhista revelou que está trabalhando em alguns projetos para o empresário, quadrinista e editor Todd McFarlane, criador do personagem Spawn, o Soldado do Inferno. “Também estou trabalhando para lançar meus próprios projetos… é mais difícil do que parece! Espero lançar um projeto numa plataforma de crowdfunding nos próximos três meses ou mais”, contou Booth para Carol Zara.

“O que espero fazer é principalmente trabalhar em meus próprios projetos e, se tiver tempo, assumir alguns projetos paralelos divertidos, quando possível. Meu sonho é simplesmente continuar fazendo isso. Eu amo desenhar e criar quadrinhos. Esse era o meu emprego dos sonhos quando era adolescente, então finalmente ter meus próprios personagens publicados será ótimo de ver… poder trabalhar neles por anos é o objetivo final.” Ainda está para ser publicada uma capa de Alien Toilet Monsters assinada por Brett Booth. Vale a pena ficar de olho nesse nome!

Capa desenhada por Brett Booth para a HQ Alien Toilet Monsters.

Sheldon Vella

“O Sheldon é um artista muito rock ‘n’ roll. Isso que me fascina no estilo dele”, disse Carol Zara. A quadrinista tem bastante propriedade para falar sobre o talento de Vella, afinal, o desenhista australiano é responsável pela capa de Alien Toilet Monsters #2.

A capa feita por Vella ainda não foi publicada, mas Carol aceitou dar alguns spoilers! “Eu sou apaixonada por essa capa que ele fez. Os detalhes do fundo são de impressionar. O Sheldon Vella é mais do que um desenhista, ele é um poeta.”

Capa desenhada por Sheldon Vella para a Alien Toilet Monsters.

Vella, que também já trabalhou em Rise of the Teenage Mutant Ninja Turtles para a Nickelodeon, respondeu no Twitter o questionamento de um artista sobre como lidar com a autocrítica e o sentimento de não ser um desenhista bom o bastante. Ele o aconselhou simplesmente a desenhar para se divertir, como se ninguém estivesse vendo.

Tom Grummett 

O estilo clássico de Tom Grummett lhe garantiu o legado de ter contribuído com a definição do visual da DC Comics nos anos 90. Uma marca nem um pouco humilde, mas ainda assim o desenhista canadense é bastante modesto ao falar de sua trajetória nas HQs.

Ao ser questionado por Carol sobre o que quer comemorar neste Dia Mundial do Desenhista, Grummett respondeu: “Gostaria de comemorar por ter conseguido uma carreira! Trabalhar com quadrinhos era o meu sonho, e é incrível pensar que vivi esse sonho por mais de trinta anos. Tive a sorte de trabalhar com criadores maravilhosos e fiz alguns amigos queridos ao longo do caminho, e isso vale a pena comemorar”.

Ele disse que não gosta de falar em projetos futuros, “parece que estou estragando a festa surpresa”; ainda assim, o desenhista contou que quer “criar algo que fosse completamente escrito, desenhado, pintado, com letras e colorido por mim mesmo. Queria experimentar outras técnicas e exercitar alguns músculos criativos diferentes”.

Além dessa vontade, já se sabe que Grummett fez uma capa para Alien Toilet Monsters, ainda sem previsão de lançamento. Dessa vez, Carol Zara já adianta que é uma capa super secreta, então nada de spoilers.

Matteo Scalera

Mais um artista promissor dessa lista é o desenhista italiano Matteo Scalera, co-criador da renomada série de HQ Black Science.

Scalera também fez a capa para Alien Toilet Monsters, numa edição ainda sem previsão de lançamento. “O Matteo é um super talento internacional, com um estilo consistente e bem dinâmico. Foi por isso que a gente achou que a ideia pra essa capa seria perfeita para ele. Muitos artistas preferem não desenhar personagens de cabeça para baixo, pois dificulta bastante o trabalho, mas o Matteo nem piscou quando apresentamos essa ideia pra ele!”, afirma a editora da revista.

Capa desenhada por Matteo Scalera para a Alien Toilet Monsters.

Mike DeBalfo 

O americano Mike DeBalfo fez nome na indústria de HQs ao assinar contrato com a Zenescope Comics, em 2009, tornando-se o primeiro artista solo da empresa. “Eu gostaria de comemorar que um fracasso acadêmico como eu foi capaz de se libertar com sucesso das garras que a educação pública usa para impedir que crianças prosperem na criatividade e no pensamento individual, e as faz acreditarem que a arte em geral não é uma escolha de ocupação realista”, disse DeBalfo sobre o Dia Mundial do Desenhista.

O desenhista também contou que foi recentemente escolhido para reiniciar e ajudar a co-criar o quadrinho independente Zombies Vs Cheerleaders com seu amigo Steven Frank. “Estou trabalhando nisso junto com algumas capas que não tenho certeza se posso mencionar. Eu farei algumas páginas internas para pelo menos algumas edições do ZvC”, disse DeBalfo.

Sobre o futuro, ele revela que sempre sonhou com a possibilidade de abrir um estúdio de artistas. “Nada grande, talvez apenas um pequeno punhado de pessoas. Um cenário de estúdio com outras pessoas é sempre o que eu imaginava que seria quando era criança e suponho que essa visão nunca foi embora. Ainda é o sonho. Chegou perto algumas vezes, mas é difícil encontrar pessoas que são verdadeiramente dedicadas à ideia. Ah, e também dominação mundial”, afirmou Mike DeBalfo.

Dike Ruan 

Carol Zara descobriu Dike Ruan, um promissor artista chinês que vive na Itália, em 2019, quando o contratou para uma capa de Alien Toilet Monsters. “O Dike foi um achado incrível, graças ao Instagram. Acho que a capa que ele fez para a revista será uma das capas mais famosas de sua carreira.”

Também em 2019, ele estreou na indústria americana trabalhando como penciler para a Marvel Comics. Agora, Ruan trabalha na série Shang-Chi, o primeiro super-herói chinês da Marvel, e, recentemente, fez sua primeira capa para a DC Comics, Sensational Wonder Woman #10.

Capa desenhada por Dike Ruan para a Alien Toilet Monsters.

Sobre Jornal de Toronto (672 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: