Querido diário!

Sou eu de novo. Dois meses trancafiado dentro de casa, mas não posso reclamar.

Antônio Francisco Pereira é escritor em MG

Sou eu de novo. Dois meses trancafiado dentro de casa, mas não posso reclamar. Eu estou bem. A não ser alguns quilinhos a mais, continuo de pé, com a cabeça no lugar. Cabeça que quase foi decepada ao esquecer o aniversário de casamento. E esse episódio só foi esquecido quando troquei o nome de minha mulher. Mas agora estamos em paz. Atualmente, minha preocupação são os mosquitos, que não mantêm o distanciamento social dentro de casa. Eles dão voos rasantes e pousam na minha careca sem a menor cerimônia.

Mas eu estou bem e só tiro a máscara na hora de dormir. No mais, tenho aproveitado esse confinamento para enriquecer meu vocabulário. Já aprendi duas palavras novas: LIVE (pronuncia-se “laiv”) e LOCKDOWN (“loquidaun”). Muito chique. É só isso que a gente ouve no noticiário ultimamente. Deve ser muito importante.

O que não falta aqui em casa é papel higiênico. Banheiros, armários, guarda-roupas, todo compartimento tem papel higiênico. Se eu morrer, não quero ser enterrado de bunda suja. Mas eu estou bem. Até aprendi a voar. Semana passada sobrevoei a Mata das Borboletas como se fosse uma delas. O passeio só terminou quando eu acordei, mas essa nova habilidade pode ser útil se houver uma emergência aqui no prédio.

O importante é que minha mulher e eu estamos superando bem esses momentos de provação. Hoje eu sei que ela não está pondo veneno na minha comida. Durmo mais tranquilo porque eu mesmo joguei no lixo todas as embalagens e pacotes suspeitos que ela guardava no armário da cozinha desde o início da quarentena.

Agora só saio de casa no fim dessa pandemia ou quando o Presidente precisar de um ministro com a cabeça no lugar. Chega de loucos nesse país.

Sobre Jornal de Toronto (617 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

1 comentário em Querido diário!

  1. Excelente

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: