News

Amamentação tranquila


6 coisas que você precisa saber.

Foto: Gris Guerra.

Camila Valente é enfermeira especialista em amamentação

Se você está grávida, sua lista de preparo provavelmente inclui lista de compras, sessão de fotos e planejamento para o parto. Mas você está se preparando para amamentar? Você pode estar se perguntando: “O que há para aprender exatamente, se é algo natural?”. Estudos mostram que 92% das familias têm de 1 a 3 grandes preocupações/queixas nos primeiros dias que, caso não sejam solucionadas, levam à suplementação/desmame precoce – a Organização Mundial de Saúde recomenda amamentação exclusiva por 6 meses, e continuada por 2 anos ou mais, com a introdução de alimentos sólidos. Como International Board Certified Lactation Consultant (IBCLC), quero te contar seis coisas que tornarão tranquilo o começo da amamentação:

1. Pré-natal

O tempo e a qualidade do preparo para amamentar, se comparados ao preparo para parto, são bem menores. Estar pronta para amamentar vai além de saber técnicas e posições. Significa ter informações sobre o que esperar nos primeiros dias, saber identificar os principais desafios na amamentação e onde obter ajuda qualificada precoce. Faça um curso que fale disso. Esse é um “ah, se eu soubesse!” comum no pós-parto.

2. Parto

Ter um parto sem tração, intervenções ou separação entre mãe e bebê garante o melhor começo da amamentação. Mas, por vezes, intervenções são necessárias. A boa notícia é que amamentar não é um processo “tudo ou nada”. IBCLCs contam com estratégias de reabilitação nesses casos.

3. Será fome?

Bebês nascem com reflexos pró-amamentação. Quando perceber que seu bebê está buscando ou sugando qualquer coisa, ele está dizendo que está com fome e pronto para mamar. Posicionar um bebê que já está chorando torna-se mais difícil.

4. Amamentar dói?

Os primeiros dias pós-parto são como uma super TPM e há uma grande sensibilidade nos mamilos, sim. Isto é bem diferente da dor de um mamilo ferido, sangrando: sinal de que algo não vai bem. Ajustar posição e pega do bebê ajuda, caso contrário, consulte uma IBCLC antes de desistir. A causa pode ser algo mais complexo, como língua presa, e uma avaliação precoce protege seu conforto.

5. Em casa

É normal e esperado que um bebê mame frequentemente enquanto o “leite não chega”. É assim que seu corpo começa a produzir cada vez mais. Uma das formas de saber que está tudo bem é pelo número de fraldas: duas molhadas e uma suja no segundo dia é um bom sinal! Seios enchem entre o terceiro e quinto dia e vocês logo passarão a uma nova fase!

6. Ajuda

Mães que possuem apoio têm mais chances de um pós-parto tranquilo. Além do companheiro/a, conte com um familiar ou amigo/a e profissionais que apoiem seus objetivos. Para cuidar bem é preciso estar bem cuidada. 

Esses seis passos são um excelente começo para tranquilidade na amamentação, pois a importância do preparo está em conhecer e prevenir o que pode afetar seus objetivos. Caso sua preocupação/queixa permaneçam, consulte uma IBCLC para avaliar pega/posição, transferência de leite e a motricidade oral do seu bebê.

Sobre Jornal de Toronto (463 artigos)
O Jornal de Toronto nasce com o intuito de trazer boa notícia e informação, com a qualidade que a comunidade merece. Escreva para a gente, compartilhe suas ideias, anuncie seu negócio; faça do Jornal de Toronto o seu espaço, para que todos nós cresçamos juntos e em benefício de todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s