Gustavo Amorim, Nilson Peixoto e Alexandre Dias Ramos, na sede do Jornal de Toronto.

Deixe uma resposta